Posts tagged with: marido

Obrigada meu amor

header

Já me perguntaram muitas vezes se eu me arrependi de me casar. Não, não me arrependo. Nem na época que passamos por coisas bem ruins e consideramos a possibilidade de não ficarmos mais juntos, eu não me arrependi.

Ele não me compreende na grande maioria do tempo. Nós somos completamente diferentes, com visões de mundo distintas, criações bem distantes. Uma receita pra não dar certo, mas deu. Na minha casa se discute de tudo: religião, aborto, política, homofobia, novela e música.
Ele é católico e eu agnóstica.
Ele conservador e eu “reaça“.
Ele machista e eu feminista.
Ele de esquerda e eu sem posição definida.
Ele flamenguista e eu torcendo pra qualquer time que jogue contra o flamengo.
Não suporto as músicas que ele escuta, e vice versa.
E dá certo. Nunca falta assunto na minha casa. A gente comenta tudo, discorda e dá tudo certo. Ele me provou que tudo se discute, só não se discute com gente idiota.

É um companheiro. Quase nunca entende meus sentimentos e medos, mas está aqui pra mim mesmo assim. Me chama pra razão, me apoia nos 814 mil projetos malucos que eu já me joguei e tenta não me julgar quando não dá certo. Bem longe (mesmo!) de ser o homem mais doce do mundo, nunca deixa de demonstrar amor sempre que pode.

Um eterno apaixonado. Por mim.

E hoje, no aniversário dele, quem ganha presente sou eu. Tenho alguém pro que der e vier, que se sacrifica para que meus dias sejam melhores. Estou aqui pra ele também, mas tenho consciência que não é com a mesma força e racionalidade. Se ele não tivesse entrado na minha vida eu não teria evoluído tanto de tantas maneiras diferentes. Eu não seria tão melhor como sou hoje.

Ele é a prova que os brutos amam, apoiam e levam café na cama.
Sim, é tudo sobre mim. Porque eu não sei bem o que eu trago de bom para a vida dele, mas sei que ele salva a minha todas as manhãs.

Obrigada Duan.
Eu te amo.

perfil


Bodas de Papel

Bodas de Papel
Alguns acharam loucura quando a gente resolveu casar. Eram só seis meses de namoro. Mas a gente casou, estamos bem e felizes. Alguns dizem que é porque nós ainda somos recém casados e tudo é lua de mel, depois de um tempo tudo vai piorando. Pra esses eu só digo que levem suas manias de zicar a vida alheia pro raio que o parta, não estou interessada!

A gente se ama, se respeita, se transborda. É o que importa.
Bodas de Papel

*Fotos da nossa lua de mel e Maragogí a um ano atrás.


O caminho do RE

Jade Perfil Ruiva Instagram

Eu passei muito tempo da minha vida experimentando, da odontologia ás belas artes. Nem vale a pena todas as universidades, cursos e decisões de profissão que tive. Nossa, foram muitos. Acho muito cruel ter que escolher uma profissão pro resto da vida tão cedo. Pro resto da vida. Casamento pelo menos se não der certo (deus o livre) separa e pronto, profissão tem que recomeçar toda uma preparação e colocação no mercado. É muito cruel.

Hoje, aos 24 anos, eu me sinto mais segura das minhas escolhas. Muito por já ter quicado em várias áreas, muito por ter me casado com alguém que dá muita segurança, passa horas a fio me questionando sobre meus caminhos e me apoia incondicionalmente.

Qual é o caminho dessa vez?! O caminho do RE: REcomeçar, REpensar, REorganizar, REfazer, REencarar.

look do dia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...