Browsing posts in: Beleza

Pra que serve uma miss?!

pra-que-serve-miss-brasil-ceara

Em primeiro lugar, eu não sou cearense, então não tenho motivo nenhum pra ter orgulho de uma miss cearense. Apesar de ver demais no meu facebook gente com mais orgulho de conhecer a garota do que do fato de ela ser conterrânea. Em segundo lugar, aquela padrão de Miss Brasil com sorriso forçado e passos ensaiados não me representa e não representa 99% das mulheres comuns.

A ganhadora com certeza é linda, EXATAMENTE IGUAL a todas as outras. Qual a validade de um concurso de beleza que deveria ser sobre a diversidade dos estados e mostra um monte de moças magérrimas, super escovadas que parecem mais ter saído de uma produção em série? Se tirar as faixas a gente não consegue distinguir quem é quem. Não entendo pra que serve um concurso de miss, na verdade nem me interessa muito. Antigamente concursos de beleza serviam pras moças conseguirem bons partidos, mas para que serve agora?! Me parece um eco não pensado de comportamentos retrógrados e brega. Extremamente brega!

Se há quem se sinta feliz assistindo e participando desse tipo de concurso, tudo bem. Mas não me digam que aquela moça representa a beleza do Brasil, o Brasil que eu faço parte. Aquela moça não representa nem de longe a diversidade de corpos e feições das mulheres maravilhosas que eu conheço. Lógico que não há meios de se representar TODAS em um concurso como este (até porque com certeza esse não é a função social do mesmo), mas o que eu vejo ali é um monte de bonecas Barbie reforçando um padrão de beleza inatingível para a maioria, o que me parece um grande desserviço para mulheres e adolescentes.

Não. Ela não é a mulher mais linda do Ceará, quiçá do Brasil. Ela é inegavelmente linda. Mas me parece meio sem sentido colocar um monte de moças com padrão europeu de beleza em rede nacional dizendo que são as mais lindas. Lindas somos nós, gordas, magras, altas, baixas, com cabelos crespos e quadris largos. Nós somos as mulheres mais lindas do Brasil!


Natalie Dormer Diva!

Não costumava ser assim, gostava de ser comum. E digo com todo certeza que foi a Faculdade de Moda que me fez esse favor (ou desfavor): o comum me cansa!  Provavelmente é por isso que jamais serei loira de novo.

natalie-dormer-cabelo-diferente-eu-quero

Eu estou completamente apaixonado pelo novo corte da Natalie Dormer! Vontade imensa de correr para o cabeleireiro e mandar arrancar fora metade do meu cabelo!

sidecut

Já posso?!


Em memória do meu cabelo vermelho.

Eu o amava. Desde março de 2009 ele me acompanhava. Já fazia parte da minha identidade. Eu era invejada e elogiada.
Eu cuidava dele, ele fazia parte de mim.
Não era fácil cuidar, dava trabalho. Inúmeras vezes pensei em desistir, mas ele fazia parte de mim. Amava minha ruivisse.

Agora precisei abrir mão dela. Um tanto contrariada, mas era o momento de deixá-la. Pelo menos temporariamente.
Doeu.
Não era só a cor do meu cabelo, eu me identificava com ele caramba!

Mas foi bom. É bom mudar. Minha mãe diz que uma mulher bonita fica bonita de qualquer jeito, até com a cabeça raspada.
E eu recebi elogios com meu novo corte de cabelo, me senti essa mulher bonita que é bonita de qualquer jeito.

 

E no mais, é só cabelo. Ele vai ter que crescer, porque meu marido não gostou muito assim não.


Half-Drag: Os retratos de Drag Queens como a gente não pensa em ver

O fotógrafo Leland Bobbe, através do projeto “Haf-Drag”, capturou ao mesmo tempo o antes e o depois da montagem de várias drag Queens. Mostrou ao mesmo tempo a pessoa e o personagem, a gente só não sabe bem qual dos dois lados corresponde a qual.

Não é incrível?!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Páginas:12